Durante todo o ciclo do cultivo, o sojicultor tem a missão de proteger a lavoura contra as possíveis ameaças que possam comprometer a produtividade no campo. Porém, isso se torna ainda mais desafiador em situações de alto índice pluviométrico, como o verificado em algumas regiões produtoras ao longo das safras.

Doenças como a cercosporiose (Cercospora spp.), por exemplo, têm seu desenvolvimento facilitado em situações de alta umidade do ar, temperaturas entre 22 e 30 °C e chuvas frequentes.

Essa doença fúngica faz parte de um complexo popularmente conhecido como DFCs (Doenças de Final de Ciclo), podendo causar perdas superiores a 20% em produtividade.

Para realizar o manejo de forma eficiente é necessário adotar medidas que envolvem cuidados em diversos momentos do ciclo da cultura. Para isso, existe o Manejo Consciente, um programa fundamentado em 10 princípios básicos para o cuidado assertivo nas lavouras. Entre as medidas recomendáveis podemos citar:

  • uso de sementes livres de patógenos;

  • rotação de culturas;

  • uso de cultivares resistentes ou menos suscetíveis, sempre que possível;

  • vazio sanitário;

  • utilização de fungicidas multissítios desde a primeira aplicação, no pré-fechamento de linhas da cultura e, principalmente, nas últimas aplicações.

No atual cenário, os triazóis, como difenoconazol, têm apresentado excelente performance no controle da cercosporiose, principalmente quando combinados com multissítios eficientes e de amplo espectro de ação – como clorotalonil –, proporcionando uma proteção mais ampla no controle do complexo de doenças da soja.

Por isso, investir em ferramentas que auxiliem no controle dessa e demais doenças é uma solução ideal para todos os momentos do ciclo. Vale lembrar que a atenção na escolha dos produtos deve considerar os diferentes cenários agronômicos e momentos da cultura.

Nesse sentido, as últimas aplicações têm um papel fundamental na consolidação da construção da sanidade foliar, finalizando o manejo e protegendo a produtividade. Logo, é fundamental contar com ferramentas de amplo espectro e multipotentes para obter os melhores resultados.

Leia também

Capacidade de absorção e retenção é destaque de novos fungicidas

Créditos de Carbono na agricultura: o potencial brasileiro

Conte com a tecnologia Syngenta para um controle eficiente

Pensando na dificuldade do manejo de doenças e na necessidade de proteção da cultura em diferentes cenários, a Syngenta conta com Cypress®, um fungicida multipotente com formulação exclusiva que é grande aliado de produtores que buscam altos patamares de produtividade.

Com a combinação de dois ingredientes ativos – ciproconazol e difenoconazol –, Cypress® protege a cultura contra diversas doenças, principalmente a cercosporiose, pois conta com a eficiência de dois triazóis superpotentes, além de versatilidade pois pode ser utilizado em qualquer momento do ciclo da soja.

É importante que o sojicultor combine Cypress® a um multissítio de verdade. Assim, a Syngenta também oferece Bravonil®. Com um amplo espectro de controle, o produto proporciona maior performance ao manejo, além de ser mais conveniente por sua formulação líquida e ferramenta indispensável para o manejo antirresistência.

Além dessas características, Bravonil® apresenta maior aderência e resistência a lavagem por chuva, um benefício que oferece grande vantagem para o manejo do produtor, principalmente em safras mais chuvosas, como observado na safra 2021/2022 em muitas regiões brasileiras.

O comparativo a seguir mostra a eficácia de Cypress® + Bravonil® 720 utilizados nas últimas aplicações, em comparação com outra solução do mercado, em condição de alto volume de chuvas e alta pressão de cercosporiose.

Infográfico

A polivalência de Cypress® aliada ao amplo espectro de Bravonil® – que conta com tecnologia exclusiva de formulação e promove maior aderência do produto na folha, com resistência à chuva – faz a diferença na proteção da produtividade da soja, mesmo nas situações mais desafiadoras.

Cada vez mais focada em um manejo consciente, a Syngenta oferece inovações tecnológicas por meio de seu amplo portfólio de produtos, que proporcionam níveis mais altos de controle do complexo de doenças da soja, auxiliando o produtor em todos os momentos do ciclo da cultura, mantendo, assim, a sanidade e a produtividade da lavoura.

A Syngenta está ao lado do produtor rural em todos os momentos, com o objetivo de impulsionar o agronegócio brasileiro com qualidade e inovações tecnológicas.

Acesse o portal da Syngenta e acompanhe os conteúdos do Mais Agro para saber tudo o que está acontecendo no campo!

,